login
senha

RUA | CÁSSIO LACERDA

Um ônibus parte da rodoviária de pequena e distante cidade do interior de São Paulo sem levar o passageiro da poltrona 21. É um homem comum de quase 50 anos, classe média, casado, pai de dois filhos. RUA trata do retorno desse sujeito para casa, na capital paulista – e é ele mesmo quem conta a curta trajetória, durante a qual enfrenta situações em tudo diferentes das vividas na normalidade do seu cotidiano. Sem documentos, dinheiro e identidade reconhecível, mas disposto a não fugir de caminhos transgressivos – sobretudo os existenciais –, o homem aceita em suas andanças os desafios propostos pelas novas circunstâncias e faz de seus seguidos encontros e desencontros com as personagens mais inusitadas murais vivos que incluem memórias, amarguras, bom humor, fantasias, delírios, reflexões. Sempre com saudades de sua mítica Madalena.